domingo, 23 de março de 2008

20 e 21-03-08 Primeira Caminhada com os UPB

Primeiro dia

20-03-08 Primeira caminhada UPB- Trilho Mariola UPB

Clicar na foto para ver o album

Dia 20-03-08, 9h30 já eu estava na Vila do Gerês na varanda do Pimpão com o meu chazinho de cidreira. Ai começava o meu “tête a tête” com a serra pela qual eu me apaixonei já há 2 décadas. Contei lhe os meus segredos mais íntimos e ela fez me voto de silencio eterno. Enquanto saudava o sol, o céu e as montanhas também esperava pelos membros do UPB, era a minha primeira caminhada com eles. Confesso, estava um pouco ansiosa conhecia muito mal alguns membros e os outro só conhecia das fotos. Cerca das 10h30 quando chegaram ,toda essa ansiedade desapareceu, de repente até parecia que já nos conhecíamos desde sempre. Fomos até a Portela de Leonte e ai começou a nossa ascensão ao Prado do Mourô. Durante a subida tive a companhia do Pinto que me acarinhou e apadrinhou muito bem, conversamos o tempo todo. O Louro e a Primavera também se juntavam de vez em quando a conversa. Sensação tão boa poder fazer o que mais gostamos com pessoas que sente tal e qual como nos…
Chegamos ao Prado do Mourô. No meu silencio, junto da Mariola deste Clube tão fascinante, confessei lhe o meu carinho e admiração. Ai tive direito a foto de praxe, e dei mais uma vez o meu contributo para o aumento desta maravilhosa mariola, colocando sempre uma pequenina pedra debaixo de outras enormes… tentando as aconchegar de forma a ser o sustento das outras que por vezes podem cair… e ai eu estarei para estender a mão e evitar o tombo.
Seguimos em direcção a Corga do Mouro chegando ao segundo prado. Prado que já conhecia, já o tinha namorado mas desta vez o gosto foi diferente, eu estava com mais gente, foi mais saboroso. Ai almoçamos, brindamos com Champagne e morangos, e fizemos votos de longividade ao UPB. Descansamos e enquanto o Grande Chefe Medronho e o Pinto subiam aqueles cumes, a Bússola, o Côxo, o Potro, o Verde, o Carvalho e eu fomos um pouco mais alem a procura das belas paisagens. O Louro e a Primavera ficaram a apreciar aquele momento de relaxe nos braços um do outro, acreditem lindo do se ver, cenário abençoado aquele que eu vi junto a pequena cabana.
Sanabria e Pedra Bela também ficaram no relaxe a apreciar o sol a acariciar os seus rostos.
Depois de explorar aquele recanto resolvemos descer, é muito bom sentir as emoções que já tinha vivido na semana anterior mas desta vez só queria que aquela gente sentisse o mesmo e se sentisse tão feliz e em paz quanto eu. Chegando a Portela de Leonte fomos praxados, botas na mão e cantar o hino em homenagem ao UPB, loucos mesmo.
Findo a minha primeira caminhada regressamos a Residencial para um bom banho e nos preparar para o Jantar de Aniversario… Pois é entrada em grande… entro no UPB quando este festeja o seu quarto aniversario…

Jantar e convívio maravilhoso. No fim fomos dançar e cantar no “Twiggy”. Já há muito tempo que não dançava nem me divertia tanto como naquela noite. A Sanabria foi incansável e esteve sempre a meu lado, que bom não me senti só fez me sentir como peixe dentro da água. A Pedra Bela que aliás porta muito bem seu nome, e mesmo muito bela, dançou sem parar e os seus desafios também incentivavam os meus. Adorei a tua jovialidade e simpatia. Mas o tempo passava e tínhamos de descansar no dia seguinte tinhamos de levantar as 8h00 para a Caminhada da primavera, e já eram 3h30.
Chegamos a Residencial cerca das 4h00 e para mal dos meus ou dos seus pecados o Grande chefe lançou um desafio… Não devia… Pois, ele não sabe que adoro desafios.
Mas já estava lançado e as 4h00 da madrugada lá fomos nos o Grande Chefe, Manta, Sanabria, Pedra Bela e eu para um banho de Aguas quentes em Espanha. Bom demais poder mergulhar naquelas aguas e sentir o calor das suas entranhas a aquecer o meu corpo, olhar para a escuridão da noite e ser iluminada pelas estrelas, tendo o olhar sereno da lua a abençoar nos. Loucura? Será? Sabendo que teríamos poucas horas de sono para depois caminhar no dias seguinte!!! Manta, Sanabria e Pedra Bela não iam a caminhada da Primavera mas o Grande Chefe e eu tencionávamos ir!!! Ai lembrei de uma frase de Lao Tzé que dizia “ Nossas loucuras são as nossas mais sensatas e belas emoções, tudo o que fazemos deixamos de lembrança para os que sonham um dia serem como nos, LOUCOS mas FELIZES” Sendo assim a minha decisão foi das mais sensatas.


7h00 Chegamos a residencial tínhamos combinado dormir até as 11h00 e ir ter com o grupo a Rocalva as 13h30. Mas por breves instantes esqueci me que estava na Serra do Gerês e as 8h00 já não dormia mais.

Segundo dia - 14,5 km

21-03-08 UPB Trilho das Rocas

Clicar na foto para ver o album

O dia lindo, o céu azul e o sol a entrar pelo quarto dentro, ouvi o seu chamamento. A serra chamava por mim, não podia deixar de ir ter ao seu encontro, não havia tempo a perder, ouvi o seu apelo, levantei, preparei a mochila em dois tempo e 8h45 já eu estava no Loukuras mais a Sequóia para o Pequeno almoço, fomos as primeiras a chegar.
Com uma hora de sono mas com uma energia que só eu e a Serra sabemos, lá estava eu no Arado com uns 22 membros do UPB.
Seguimos em direcção a Malhadonça, Passamos a Ponte de Serves, subimos até a Carvalhosa e depois os Picos Altos. Aí o grupo dividiu-se em três mas sempre debaixo do olhar atento do Medronho a do Águia-real que nos guiou divinalmente e que é exemplo para todos os pais, é que durante toda a caminhada ele carregou nas suas costas o seu rebento de 10 meses o "Estorninho" .E de louvar . Os três grupos foram em direcção a Rocalva mas eu fui com o "Grande Chefe" Medronho, Pyrenaica, Junias e Mondego em direcção Coução. Chegando a Meda de Rocalva a paisagem é lindíssima, as corgas muito íngremes deixando nos sem fôlego. Do meu lado direito o Alto do Ovo lamentava se, ainda não lhe tinha dado a devida atenção. Esplêndido… Chegando a Rocalva já os dois outros grupos tinham chegado, almoçamos e começamos a nossa descida pela corga do rio Conho, passando para a Corga da Giesteiras, descemos a nossa esquerda em direcção ao Curral dos Portos. Chegamos rápido, rápido ao estradão que nos levava de volta ao Arado.
Durante todas a caminhada reinava a alegria e boa disposição, eu estava em casa no meu meio ambiente, com pessoas maravilhosas…

Não tive muito tempo de namorar a serra que tanto me acarinha e que ouve sem lamurias as minhas lamentações, os meus segredos mais íntimos. Mas tive tempo de a cortejar e fiz lhe juras de voltar com mais tempo e poder namora-la devidamente, ter tempo de poder sentir o sopro de suas gargantas percorrer o meu corpo, poder apreciar e acariciar com um simples olhar cada contorno de suas silhuetas. Poder ouvir suas lamentações e descansar junto das suas corgas. Ouvir suas declarações, feitas pelos sons dos seus ribeiros. Poder avistar os belos horizontes que seus cumes me proporcionam, sentir sua plenitude, entrar em extase e poder declarar livremente sem pudores a paixão que deliciosamente me consome. E finalmente repousar serenamente nos seus prados embalados pela brisa, aquecidos pelo sol como se de um leito conjugal se trata-se.

16 comentários:

cantor disse...

Ainda bem k sou o primeiro a escrever.
Minha Querida "LINDA" o quanto é bom ver-te a dercrever promenores desta tua passagem, deslumbrante, nesta serra que te conhece mais que alguém deste mundo. A belesa que descreves, podem muitos imaginar que é mentira, são uns pormenores de fazer inveja, mas no entanto desejo que assim continues a descobrir um mundo que muitos desconhecem e que ainda está por descobrir.
Desejo-te que corra tudo bem para as proximas caminhadas e que eu fassa pare de umas proximas.
Beijos e felicidades.

White Angel disse...

Oi Cantor "Carlos",

Fostes das poucas pessoas qua ha uns anos atras aceitaste acompanhar me numa das minhas idas ao Gerês. N'aquela altura pouca gente me acompanhava, fica aki o meu obrigada.Pena foi so teres vindo uma vez, espero que ao veres as fotos, te desperte e me dez mais uma vez o prazer de tua presença.

Beijinhos
Saudaçoes montanheiras

tília disse...

Lindo..... que inveja !!!
Adorei conhecer-te
Um beijão ...até breve

White Angel disse...

Minha QUERIDA Tilia,

Tambem eu adorei conhecer te, e podes ter a certeza que logo, logo vamos estar a caminhar juntas. Quando fecho os olhos aquilo que vejo em ti, é o sorriso... é lindoooooo... mantem-o ele é a chave qua abre muitas portas...

Beijinhos montanhas deles,
Saudações Montanheiras

medronho disse...

Mais um vez um magnífico texto :)

Espero que seja a 1ª de muitas caminhadas com o UPB :)

Parabéns...."caloira"! hehehe


bjs

Carlos Manta Oliveira disse...

Q pena ter perdido as caminhadas do aniversário e os míticos banhos em Espanha. Espero conseguir estar em forma para uma das próximas.

Polaina.

riacho disse...

Olá amiga caminheira...foi um prazer conhecer-te, a partir de agora já fazes parte desta "força da natureza"(UPB).
Belo texto, embora não tivesse ido caminhar, percebo perfeitamente as emoções que sentiste ao caminhar pela primeira vez com o UPB.
Que seja a primeira de muitas.

Beijinhos
Saudações montanheiras

White Angel disse...

Meu querido Grande Chefe "Medronho",

(d'aqui a pouco tou a chamar de mestre e a fazer uma vénia :))

Podes crer que nao serà a ultima, e se por algum motivo nao poder comparecer, o meu espirito esse està là. Em cada passo, cada riacho, ribeiro, em cada corga, em cada cume e em cada montanha eu estarei com vocês.
E todos os anos na passagem do dia 20 para 21 havera um ritual tambem para sinalizar a minha entrada.

Ha coisa na vida que nos marcam profundamente sem sabermos muito bem porqué, e o UPB marcou. OU talvez nao... talvez eu ja vos procurasse a muito anos atras, vocês é que so surgiram ha 4 anos:):):) e so me encontrar agora:):):)

Muito obrigada pelos dois dias magnificos que passei...

Beijos

White Angel disse...

Oi Polaina,

Nao lamentes o facto de nao teres ido, porque eu recordo me de ouvir falar de ti, por isso em espirito tu estavas. Alguem fez questao de te chamar ou acho que foi um msm que enviaste ao Medronho.
E depois porque ha mais marés do que marinheiros e ainda havemos de caminhar juntos no UPB.

Quanto ao nosso Riacho,

Muito obrigada pelo carinho companheiro, continua com essa tua energia contagiante, essa boa disposiçao que envolve toda a gente. Diverti me imenso e um dia la estaremos a caminhar juntos.

Beijinhos e
Saudaçoes Montanheiras

medronho disse...

Riacho grande frase:
..."agora já fazes parte desta "força da natureza"(UPB)"

Até fiquei... nem consigo definir :D

Abraço amigo :))

Que o UPB esteja contigo :)

p.s.: qd tomamos café no Pátio??!

White Angel disse...

Medronho,

Esse poscriptum é para mim ou para o Riacho?

Porque se for "for me" é so dizer o dia e a hora, o local ja sei onde fica...pode ser que assim entregue a minha proposta pessoalmente.

Beijinhos
Saudaçoes montanheiras

Louro disse...

Depois de ler o teu texto ainda fico mais chateado por não ter ido caminhar no segundo dia. Grandes caminheiros que depois de uma noitada das antigas se fazem ao monte. Para a próxima não perco o banho. Espero continuar a encontrar-te nas caminhadas do UPB.

medronho disse...

Temos que marcar um café no Pátio.
(qd a Bússola chegar, pra nos contar as suas aventuras....marroquinas)

White Angel disse...

OI Louro,

Foi um PRAZER te ter conhecido, a ti e a Primavera, voltaremos de certeza a caminhar juntos, talvez nem tanto ao sabado... mas quem sabe se o Grande Chefe nao começa a divulgar caminhadas ao Domingo tambem...!!! E um dia é so organizar uma noctura e acabarmos nos Banhos... Tão simples quanto isso :):):)

( ups...ja estou a desencaminhar:))

Beijinhos e
Saudações montanheiras

NO GERES disse...

Parabéns pela caminhada, e tens muito jeito para a escrita que a gente ao ler o coração bate mais forte e se por momentos fechar-mos os olhos parece que estamos lá. Grandes fotos etão lindissimas e a água caliente muito fixe, aquela água faz bem tanto ao corpo como a alma.
Desde já deixo os parabéns aos UPB pelos 4º aniversario e continuação de boas caminhadas.

Paulo Jorge

White Angel disse...

Meu Querido Paulo Jorge,

Toda a gente tem jeito para a escrito, é so fechar os olhos e escrever o que te vai na alma... Sem procurar que seja bonito ou feio simplesmente ser verdadeiro...
Depois, o resto, flui sozinho...

Obrigada pelo post.

Saudaçoes Montanheiras